domingo, 8 de novembro de 2009

A GRAÇA DE DEUS E A FRAQUEZA DO HOMEM

“Pelo que sinto prazer nas fraquezas... Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte” (2 Co 12.10). A profundidade das palavras de Paulo nos faz refletir sobre a relação em nosso cotidiano com nossos pontos fortes e fracos. Será que o texto mais adequado seria “Pelo que sinto prazer em meus talentos”? Embora tentadora seja essa proposta em um mundo pós-moderno, precisamos entender que os talentos e os pontos fortes podem ser grandes armadilhas que cegam e suprimem a sensibilidade e a dependência espiritual. Ambas tão necessárias no ministério pastoral. É pela graça de Deus que as nossas fraquezas são tocadas, nossas limitações são sanadas e nossos ministérios são tocados pela certeza de em Cristo somos mais do que vencedores! CLIQUE AQUI e leia mais sobre A graça de Deus e a fraqueza do homem.

Um comentário:

Mario disse...

Lendo seu blog, lembrei das mentorias...saudades. Permitindo Deus, logo volto pro CEEDUC.

Vou colocar um link do seu blog lá no Reflexões no Caminho!

Abraços!